...

Representar as pessoas e fortalecer as organizações sociais.

...

...

...

...

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Ivo Fiorotti homenageia Colégio Estadual Tereza Francescutti pelos seus 50 anos

O vereador Ivo Fiorotti homenageou na última terça-feira, 22 de agosto, em espaço do Grande Expediente na Câmara Municipal de Canoas, o Colégio Estadual Tereza Francescutti, pela passagem dos seus 50 anos.  A escola iniciou seus trabalhos em 1967, na época como Grupo Escolar do Prado, onde hoje se encontra a Vila União dos Operários, no bairro Mathias Velho. Para Fiorotti, homenagear a escola é uma honra. “É uma escola que tem sua origem vinculada à associação do Jockey Clube, de baixo das arquibancadas, onde hoje temos a Igreja Nossa Senhora dos Romeiros, Escola Municipal de Educação Infantil Vó Sara e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Thiago Wurth. Uma escola que é atuante e inserida na comunidade, que hoje está em um local que tem um futuro importante em seu entorno, com a construção do Centro de Integração ao Esporte”, destacou.
Durante a homenagem, o parlamentar apresentou um vídeo com relatos sobre a história e a contribuição da escola na vida das pessoas. Logo após, Fiorotti entregou uma placa comemorativa e o Troféu Canoas para o diretor da escola, Adolfo Carlos Simon e para a presidente do Conselho Escolar, Liliane Jacobs Machado Jardim.
O diretor da escola, em sua fala, agradeceu ao parlamentar pela homenagem. “Agradecemos ao vereador Ivo Fiorotti por essa bela homenagem e salientamos todo nosso reconhecimento e gratidão para todos que fizeram parte da história da escola. Estamos muito felizes em poder comemorar os 50 anos da escola”, afirmou.
Participaram da homenagem, secretário municipal de Educação, José de Jesus D’Ávila; a professora mais antiga da escola, Feliciana Antunes; a ex-diretora, Ana Maria da Matta; o ex-diretor, Julio Ribeiro; a ex-diretora, Loureci Vieira; a presidente do COM, Ana Denise; a presidente do Grêmio Estudantil, Diuliana Andrade, e os vice-diretores Maria Luciana Oliveira, Alvarez da Silva e Antão Tadeu Carpes.

A ESCOLA


Com cerca de 1,3 mil alunos e 57 professores e funcionários atualmente, o colégio passou por uma série de mudanças ao longo de sua história, que inclui um incêndio, no ano de 1983, que destruiu parte de sua estrutura e documentos. Inicialmente, recebeu o nome de Grupo Escolar à Zona do Prado, atendendo crianças da 1ª a 5ª série. Em agosto de 1972, foi transferida para o local onde se encontra atualmente, na Avenida Rio Grande do Sul. Posteriormente, houve a mudança de nome, uma homenagem à mãe do Ex-Brigadeiro do 5º Comar, Mário Gino Francescutti, benfeitor da escola, passando a chamar-se Escola Estadual de 1º Grau Incompleto Tereza Francescutti. Ao agregar também o 2º grau, em 1991, passou à designação de Escola Estadual de 1º e 2º Graus Tereza Francescutti, chegando à atual denominação, no ano de 2000.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Fiorotti participa de reunião com secretaria de Meio Ambiente e Associação Ecumênica Esperança

Na última sexta-feira, 18 de agosto, o vereador Ivo Fiorotti esteve reunido com a presidenta da Associação Ecumênica Esperança, Bete Santos, o subprefeito da região Noroeste, Marcinho, o diretor da secretaria de Meio Ambiente, Erico Prestes e o biólogo da secretaria de Meio Ambiente, Mauro Proença.  O encontro ocorreu na Capela Mortuária, no bairro Mathias Velho, e tratou sobre a questão da arborização do espaço.

A associação solicita que sejam plantadas árvores e colocados bancos, para tornar o espaço mais harmonioso e acolhedor para as pessoas que passam por ali em momentos de dor pela perda de um ente querido. Conforme os responsáveis pela pasta do Meio Ambiente, o processo de revitalização e arborização do espaço tem previsão para ser iniciado no começo do mês de setembro, onde será tratado o solo e plantadas as árvores.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Sessão da Câmara Municipal de Canoas é realizada na Universidade La Salle

A sessão da Câmara Municipal de Canoas, foi realizada na noite da última quinta-feira, 17 de agosto, na Universidade La Salle, no centro de Canoas. O objetivo do deslocamento do local foi uma homenagem do Legislativo, através de proposta dos vereadores Juares Hoy e Cezar Mossini pela conquista do título de universidade neste ano. Para Fiorotti, a homenagem é muito merecida. “O La Salle é uma instituição que exerce um papel fundamental na nossa cidade, com uma educação de qualidade e diversos projetos de caráter comunitário”, acrescentou.
Transformação de centro universitário para universidade 
No dia 8 de maio de 2017, com a publicação da Portaria nº 597 do Diário Oficial da União, o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, homologou a concessão do título de Universidade à instituição lassalista. Assim, o então Centro Universitário passou a um novo status.
A busca pelo título de universidade começou em 2013, após definição do Conselho Provincial dos Irmãos Lassalistas, responsáveis pela Rede La Salle de educação em todo o Brasil. A partir da decisão, a instituição estabeleceu seu plano de desenvolvimento institucional (PDI) com o foco em ações que lhe permitissem, em médio prazo, alcançar os indicadores preconizados pelo MEC a fim de conquistar o título de Universidade. Uma das ações foi o investimento na criação de novos programas de pós-graduação, em nível de mestrado e doutorado.
A mudança proporciona uma ampliação na relação da comunidade acadêmica com diversas esferas do governo federal, especialmente com o Ministério da Educação e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), além de uma participação em um maior número de editais, nacionais e internacionais. Também permite a ampliação de portfólio de cursos. No campo da infraestrutura, possibilita o estabelecimento de uma estrutura multicampi, uma vez que diferentes localidades poderão integrar a mesma instituição, inclusive com abrangência nacional. 


Fiorotti participa de homenagem aos 200 anos da Missão Marista no mundo e lançamento de livro póstumo do Irmão Antônio Cecchin na ALRS

A tarde desta quinta-feira, 17 de agosto, foi marcada pelo lançamento do livro Seguindo o Caminho, que conta a trajetória do irmão marista Antônio Cecchin, falecido em 2016. O ato ocorreu logo após a homenagem realizada pelo deputado Adão Villaverde aos 200 anos da Missão Marista no mundo, em um Grande Expediente na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.
O vereador Ivo Fiorotti, que é um dos co-autores do livro, prestigiou a homenagem e lançamento da obra. Para Fiorotti, o momento é muito importante, pois mantem viva a memória do Irmão Antônio Cecchin. “O ‘Pai Abraão’ como carinhosamente o chamava, foi meu mestre e companheiro de luta. Tenho muitas lembranças que povoam minha memória e que tive a oportunidade de registrar neste livro, que também é uma forma de eternizar sua história, que foi marcada pela luta por moradia, ecologia e tantos movimentos sociais que hoje levam seus ensinamentos”, salientou.

A obra foi organizada pela irmã de Cecchin, Matilde Cecchin, que acompanhou emocionada as homenagens. Durante a cerimônia de lançamento também ocorreram apresentações culturais que relembravam as lutas e a história de Irmão Antônio.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Ivo Fiorotti e assessoria visitam presidente da ALRS, deputado Edegar Pretto

Na última quarta-feira, 16 de agosto, o vereador Ivo Fiorotti, acompanhado das assessoras Vani Piovesan, Rosa Marcela e do assessor Flavio Dalmolin, estiveram em visita ao presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Edegar Pretto. Para Fiorotti, a gestão do deputado Edegar Pretto na presidência da Assembleia é um marco neste momento de luta dos trabalhadores do campo e da cidade. “Estamos em um momento onde os direitos de todos os trabalhadores estão sendo colocados em risco. Como presidente da Assembleia, o deputado Edegar Pretto vem realizando um ótimo trabalho, onde a população está sendo ouvida e o Poder Legislativo Estadual sempre de portas abertas para o povo”, destacou.

Durante a visita, Fiorotti conversou com o Pretto sobre seu mandato na Câmara Municipal de Canoas e sobre o trabalho do deputado na Assembleia Legislativa e no Estado. Na ocasião, o vereador também entregou um exemplar do seu livro “Memória Social das Lutas por Moradia nas Narrativas dos Moradores da Vila União dos Operários”.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O custo da Universalização do Tratamento do Esgoto

Canoas foi contemplada com investimentos para o esgoto, no PAC do Saneamento via CORSAN, nas gestões de LULA e DILMA. Em Canoas, a CORSAN arrecada no fornecimento de água para cerca de 150 mil economias, um volume de recursos muito além do que aplica na cidade. Agora, a CORSAN está com a proposta de constituir uma PPP (Parceria Público Privada) para agilizar a universalização do tratamento que está em cerca de 20% da cidade. Com quem vai ficar o custo, com os cidadãos? Queremos saber se o montante de recursos sobrantes no fornecimento de água e os investimentos do PAC do saneamento vão contar ou se com a PPP, a CORSAN vai fazer vistas grossa disto? Esta audiência pública é um momento oportuno para conhecermos a proposta e questionar estes custos. Somos a favor da universalização, mas de forma que os canoenses não sejam taxados com custos extras paea além dos investimentos e da arrecadação existente!

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Senador Paulo Paim apresenta relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito da Previdência Social

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Previdência Social, que é presidida pelo Senador Paulo Paim (PT/RS), divulgou relatório com as informações sobre dos trabalhos realizados pela comissão até o presente momento. Os dados fazem parte do trabalho desenvolvido pela comissão, que tem o objetivo de apurar todos os dados orçamentários, financeiros, contábeis, atuariais e legais, que possam demonstrar de forma clara e transparente a real situação da Previdência Social.
O relatório pode ser acessado na integra clicando aqui. Paim tem sido um grande lutador contra as reformas do Governo Temer, assim como um lutador pela garantia dos direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores.

"Ocupar, ampliar a vida e conviver na ressurreição": Ivo Fiorotti relata histórias vivenciadas com o Irmão Antônio Cecchin


Na próxima quinta-feira, 17 de agosto, será lançado o livro póstumo do Irmão Antônio Cecchin, "Irmão Antônio Cecchin: '...Seguindo o Caminho' em busca da Terra Sem Males. O evento irá ocorrer na Assembleia Legistativa do Estado do Rio Grande do Sul, a partir das 14h. O evento integra as atividades em comemoração aos 200 anos da fundação dos Irmãos Maristas.
O vereador Ivo Fiorotti é um dos colaboradores do livro, que foi organizado por Matilde Cecchin, irmã de Cecchin. Seu texto intitulado "Ocupar, ampliar a vida e conviver na ressurreição!" é um relato sobre a luta por moradia e sua trajetória como lutador social. Fiorotti faz um resgate histórico com as experiências vividas ao lado do Irmão Antônio, entre elas, nas ocupações da Vila Santo Operário e da Vila União dos Operários.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Inscrições do ENCCEJA abertas até o dia 18 de agosto

Na última segunda-feira, 07 de agosto, abriram as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - ENCCEJA. É a oportunidade para quem deseja concluir o Ensino Médio. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 18 de agosto de 2017.
A prova será realizada no dia 22 de outubro, nos períodos da manhã e tarde.
As inscrições podem ser realizadas clicando aqui.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Vereadores aprovam projeto que institui o Fórum Municipal de Educação

O vereador Ivo Fiorotti e os demais membros da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), durante a sessão da última quinta-feira, 03 de agosto, votaram favorável às alterações da Lei nº 5.933, de 22 de junho de 2015, que dispõe sobre o Plano Municipal de Educação (PME). O PL 19/2017, de autoria do Executivo, institui o Fórum Municipal de Educação (FME) de Canoas, que terá a finalidade de acompanhar a política educacional no município.
Conforme Fiorotti, o projeto faz um acréscimo na lei e institui o fórum, que já vinha sendo discutido no governo anterior. Além disso, o fórum valoriza três aspectos muito importantes das políticas públicas. “O primeiro aspecto é a cogestão, o segundo é reforçar a participação popular e o terceiro é de tornar público. São aspectos essenciais para o bom funcionamento de uma política pública, pois faz parte de um processo de planejamento, acompanhamento, além de incentivar a participação popular e dar publicidade ao que é e deve ser feito”, salientou.
O Fórum Municipal de Educação é um órgão de caráter permanente, que ficará responsável pelo monitoramento e avaliação do Plano Municipal de Educação e pela coordenação das Conferências Municipais de Educação, zelando pela implementação de suas deliberações e promovendo as articulações necessárias entre os correspondentes fóruns de educação do Estado e da União. O texto também determina que o município realizará, pelo menos, duas Conferências Municipais de Educação até o final do decênio do PME e do Plano Nacional de Educação, com o objetivo de avaliar a execução das respectivas leis.
Segundo a proposição, a composição do FME se dará da seguinte forma: três representantes da Secretaria Municipal da Educação; um representante da Secretaria Municipal da Fazenda; um representante da 27ª Coordenadoria Regional de Educação; um representante da Comissão de Educação da Câmara; dois representantes do Conselho Municipal de Educação; um representante das Instituições de Ensino Técnico e Superior; um representante das Instituições Privadas de Educação Básica; um (1) representante das Entidades Sindicais dos profissionais da educação; um representante dos Estudantes da Educação Básica Municipal; um representante dos Estudantes do Ensino Superior; um representante dos Pais/Responsáveis de Estudantes da Educação Básica Municipal; um representante dos professores da rede municipal; um representante dos professores da rede estadual; um representantes dos professores da rede privada.


Com informações da jornalista Câmara Municipal de Canoas, Carina Jung.