quarta-feira, 29 de abril de 2009

Aprovada lei que proíbe carne de porco nas escolas do município

foto: Luicx/especial

A Câmara dos Vereadores de Canoas aprovou na última terça-feira, 28, o Projeto de Lei 2833/2009, de autoria do vereador Emílio Neto (PT), que proíbe o uso da carne suína e seus derivados na merenda escolar servida na rede municipal de ensino. A solicitação atende pedido de alunos freqüentadores da Igreja Adventista, que em razão da crença religiosa não podem comer carne de porco, e ficavam sem alimentação nos dias em que esta carne era servida nas escolas. O vereador Ivo Fiorotti votou favorável ao projeto.

Na sessão de aprovação do Projeto, o Clube de Desbravadores recebeu homenagem da Câmara, pelos 59 anos de existência mundial. Em Canoas, são mais de 300 desbravadores, a maior parte ligada a Igreja Adventista.

Ao encaminhar a votação do projeto na casa, como líder do PT, Ivo Fiorotti saudou a iniciativa, “Ao trazer essa matéria para casa, o vereador (Emílio Neto), faz com que reconheçamos a importância da garantia da liberdade de expressão religiosa, como diz a constituição. Mas, sobretudo, garantimos o direito a alimentação, que se torna uma realidade para todas as crianças”, disse.

Emenda

A Lei que proíbe a carne de porco foi bastante discutida no plenário. O vereador Eri (PSDB) apresentou emenda na qual solicitava alteração da redação da Lei, “ao invés de proibir, que seja feita uma alternativa de alimentação”, explicou Eri. Por onerar o estado, a emenda foi considerada inconstitucional pela Comissão de Constituição e Justiça e não pode tramitar. Emilio
foto: Anselmo Duarte/especial
Neto explicou que o projeto será emergencial, “Já foi feito um acordo com o Secretário de Educação (Paulo Ritter) e o executivo vai apresentar um projeto no qual essa proposta será aceita, teremos alternativas de alimentação nos dias da carne suína.

O Projeto de Lei foi aprovado com os votos de 9 dos 12 vereadores presentes.

4 comentários:

  1. Gostei muito desta Lei que foi aprovada, pois meus filhos estavam se sentindo excluidos da merenda da escola quando-lhes eram servido alimentos derivados da carne suina. nós adventista temos por principio e convicção Religiosa de nos abstermos destes e outros alimentos considerados impuro para consumo. Parabenizo assessoria de imprença do Vereador Ivo Firotti por nos dar o total apoio divulgado esta matéria e pelo voto a favor na Camara de Vereador Um Grande Abraços a Todos e fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  2. O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.
    Mateus 15:11

    ResponderExcluir
  3. gostei muito desta lei . espero q outros municipios adotem. como foi a reação das escolas ?
    aceitaram com facilidade ?

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar neste blog